MPPR

12/09/2017 15:10

MPPR participa da campanha #TodosJuntosContraCorrupção

O Ministério Público do Paraná está participando da Campanha #TodosJuntosContraCorrupção, lançada nesta terça-feira, 12 de setembro, pelo Conselho Nacional do Ministério Público, com o objetivo de mobilizar a sociedade no combate à corrupção por meio de ações de conscientização e de projetos educacionais que contribuam para a formação de cidadãos mais conscientes, íntegros e engajados. A cerimônia de lançamento, ocorrida no auditório da sede do CNMP, em Brasília, contou com a presença do presidente da instituição, Rodrigo Janot, do ministro da Transparência e Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, e do procurador-geral de Justiça do MPPR, Ivonei Sfoggia.

Segundo o procurador-geral de Justiça, o Ministério Público do Paraná desenvolve e se engaja em várias iniciativas de combate à corrupção. “Como defensor do regime democrático, incumbe ao Ministério Publico estimular que a sociedade reflita sobre a importância de serem adotadas iniciativas que favoreçam o combate à corrupção, mesmo nas nossas atividades diárias. É com satisfação que o MPPR participa dessa grande mobilização nacional voltada à valorização da democracia e ao exercício da cidadania”, comentou.

A campanha é uma iniciativa da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro, que reúne mais de 70 órgãos e entidades em funcionamento no país. Através da denominada Ação 6 de 2017, coordenada pelo CNMP, a rede busca consolidar propostas de prevenção à prática da corrupção, fomentando a integridade social e a educação para a cidadania. Para apoiar os interessados em participar da mobilização, foi desenvolvido hotsite, com informações sobre a iniciativa e peças de divulgação que poderão ser baixadas e compartilhadas pelos cidadãos. A página também traz orientações sobre como estabelecer parcerias para produção de cartazes, camisetas, banners e outras formas de divulgação do conteúdo.

Corrupção primária – Durante o lançamento da campanha, foi divulgado edital de chamamento público para selecionar e certificar iniciativas educacionais já implementadas ou embrionárias, que tenham como objetivos a prevenção primária à corrupção, o fomento à integridade social e a educação para a cidadania. As propostas selecionadas serão disponibilizadas, no final de 2017, à sociedade, para livre consulta e replicação, em um banco de propostas, acessível pela internet.

Segundo os organizadores da campanha, a prevenção primária à corrupção pode ser entendida como toda ação voltada para crianças, adolescentes e adultos, no ambiente escolar, acadêmico, organizacional ou comunitário, com intuito de promover a formação de cidadãos conscientes e mais participativos no enfrentamento à corrupção, tornando-os mais imunes à prática deste crime e mais envolvidos com o controle social. A criação do banco de propostas promoverá a aproximação entre os gestores dos sistemas educacionais e possíveis parceiros apoiadores, como empresas, órgãos públicos, academia e entidades do terceiro setor. O intuito é a implementação ou replicação das melhores propostas, tanto pelo apoio financeiro quanto pelo compartilhamento de experiências e conhecimentos. Os projetos devem ser submetidos por meio do hotsite da campanha. Clique aqui para acessar o edital completo, com todos os detalhes da ação.

Iniciativas no Paraná – O promotor de Justiça Eduardo Cambi lembra que o MPPR, ao longo dos últimos anos, vem trabalhando com diversos projetos de educação para a cidadania, que também atuam no enfrentamento à corrupção. Dentre os trabalhos desenvolvidos, desde 2012, é realizado, em parceria com órgãos da sociedade civil e do poder público, o Movimento Paraná sem Corrupção, com a proposta de, mediante a adesão e participação dos diversos segmentos da sociedade, promover a conscientização para uma cultura de valores e princípios éticos.

Além disso, desde 2014, em parceria com os três poderes, o MPPR vem realizando o Projeto Geração Atitude, em todo o Paraná, e, mais recentemente, também levou a ideia do Projeto João Cidadão para o CNMP, ajudando a construir a Cartilha do João Cidadão, e transformando-a em peça teatral, já exibida, em uma primeira fase, a 14 mil espectadores, na maioria estudantes secundários. Além disso, o MPPR desenvolve o Projeto Cidadanizarte, iniciado no primeiro semestre deste ano, voltado a adolescentes internados em centros de socioeducação. A primeira experiência foi realizada no Cense Joana Richa, em Curitiba, que atende exclusivamente meninas, e no segundo semestre o projeto terá continuidade no Cense de Fazenda Rio Grande. Esse projeto leva aos jovens internos aulas de cidadania e oficinas de teatro e fotografia.

A propósito do tema, o programa MP no Rádio desta semana entrevistou o promotor Eduardo  Cambi, que detalha melhor a Campanha #TodosJuntosContraCorrupção. Clique aqui e acesse o programa. Veja abaixo fotos do lançamento da campanha.
 
Campanha Corrupção
Lançamento da campanha em Brasília (DF)

Campanha Corrupção
 O presidente da APMP Cláudio Franco Felix; o procurador-geral de Justiça Ivonei Sfoggia e
o procurador-geral de Justiça do MPDFT Leonardo Roscoe Bessa

Campanha Corrupção
 
12/09/2017
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.