MPPR

31/05/2017 19:50

MPPR ingressa no Programa Adolescente Aprendiz e lança novas etapas do João Cidadão e Geração Atitude

Adolescentes que cumprem medida socioeducativa em Curitiba passarão a contar com uma nova oportunidade: o Ministério Público do Paraná ingressou no Programa Adolescente Aprendiz. A participação no projeto foi oficializada na terça-feira, 30 de maio, com assinatura de resolução conjunta da instituição e do Ministério Público do Trabalho, por meio da Procuradoria Regional do Trabalho da 9ª Região. O termo foi firmado durante evento realizado pelo Movimento Paraná Sem Corrupção e Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), na sede do MPPR, na capital, para o lançamento das novas etapas das ações institucionais João Cidadão e Geração Atitude.

Aberto pelo procurador-geral de Justiça, Ivonei Sfoggia, o encontro contou com a presença de estudantes e professores da rede pública estadual, que lotaram o auditório da instituição, e também foi transmitido via webcast. O procurador-geral falou da alegria de receber os jovens em projetos institucionais voltados à promoção da cidadania e também da importância do ingresso do MPPR no Programa Adolescente Aprendiz. “Fico muito feliz em ter vocês hoje aqui, na sede do Ministério Público do Paraná, para falar de direitos e deveres e de como saber exercer esses direitos e deveres”, disse Ivonei. “Esperamos contar com vocês no futuro como estagiários, servidores e mais além, quem sabe, até como promotores de Justiça. Que saiam daqui mais conscientes da sua importância como cidadãos junto à sociedade”, afirmou.

Também estiverem presentes o procurador-chefe da Procuradoria Regional do Trabalho da 9ª Região, Gláucio Araújo de Oliveira; a procuradora do Trabalho Cristiane Maria Sbalqueiro Lopes; o coordenador do Ceaf e responsável pelos projetos João Cidadão e Geração Atitude, promotor de Justiça Eduardo Cambi; e a promotora de Justiça Danielle Cristine Cavali Tuoto, da 3ª Promotoria do Adolescente em Conflito com Lei.

Em uma primeira etapa, como piloto, o Programa Adolescente Aprendiz no MPPR começa na capital, voltado a meninos e meninas em fase final de cumprimento de medida socioeducativa que estão em regime de semiliberdade. A previsão é de que cerca de 20 jovens iniciem no projeto, que depois deve ser ampliado para outras comarcas, no decorrer do ano. Além das vagas voltadas aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, tanto em semiliberdade e meio aberto quanto internados, a resolução prevê oportunidades para jovens em acolhimento institucional e em situação de vulnerabilidade.

Arte e cidadania – O evento em Curitiba teve como destaque apresentações culturais voltadas a discutir direitos fundamentais, como educação, segurança e lazer, e a atuação do Ministério Público nesse contexto. Um grupo de adolescentes da Fundação Meninos de 4 Pinheiros, uma das mais conhecidas fundações de acolhimento para adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Curitiba e região, apresentou um poema de autoria de jovens da entidade. Depois, os atores Valdir Fagundes e Alessandra Santos, da Cia Essencial Teatro, fizeram um breve esquete teatral sobre a busca do primeiro emprego pelos adolescentes, complementada por uma fala das universitárias Bruna Tomasoni, Gabriela Haswany de Almeida, Maria Clara Maia e Maria Eduarda Skroski de Novaes, alunas do curso de Direito da Universidade Federal do Paraná. Na sequência, meninos e meninas da organização não-governamental Associação Passos da Criança fizeram uma apresentação de percussão e capoeira. O evento foi encerrado por uma fala da escritora e conferencista Maria Rita Taques Michalski, que transmitiu aos presentes técnicas básicas de meditação, e pelo coordenador do Ceaf, promotor de Justiça Eduardo Cambi, que resumiu a proposta do evento: “Que vocês busquem ser bons cidadãos e possam fazer a diferença no mundo, de forma positiva, e tenham os promotores e procuradores de Justiça do Ministério Público como pessoas próximas e aliados nesse processo. Sejam muito felizes”.

Ainda como parte das ações realizadas no evento, os estudantes presentes foram convidados a refletir e responder a frase: “O que você sonha fazer para melhorar nosso país?”. Algumas das respostas ilustram essa matéria (ver abaixo).

João Cidadão: ações nas escolas e Centros de Socioeducação
Iniciativa do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o projeto João Cidadão inaugurou uma nova etapa no Paraná a partir do evento no MPPR, com a ação Direitos Humanos em Debate: Projeto João Cidadão. A proposta é mesclar apresentações artísticas com falas ligadas à promoção do direito e da cidadania. Além das ações nas escolas e Centros de Socieducação, essa fase do projeto inclui a promoção de oficinas para os adolescentes que estão cumprindo medida socioeducativa, como teatro, fotografia e desenho. No mês de maio já foram iniciadas as atividades no Cense Joana Richa, em Curitiba, com a realização do projeto CidadaniZarte, por meio de parceria do MPPR com a UFPR e a Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania do Paraná.

Geração Atitude: participação dos integrantes do MPPR
O evento também marcou o início das atividades de 2017 do Geração Atitude, projeto destinado a fomentar a participação política e a promoção da cidadania entre os estudantes paranaenses, desenvolvido pelo MPPR, em parceria com a Assembleia Legislativa do Paraná e a Secretaria de Estado da Educação. Essa é a quarta edição da inciativa, lançada em 2014. Desde então, o trabalho já mobilizou 52.623 alunos das escolas da rede pública do estado, em ações desenvolvidas por 110 promotores de Justiça do MPPR junto às instituições de ensino em suas comarcas. Para 2017, a meta é sensibilizar promotores e procuradores de Justiça suficientes para acolher ao menos uma escola em cada um dos 32 Núcleos Regionais de Educação distribuídos pelo Estado. “Queremos envolver o máximo de colegas no projeto para conseguir bater essa meta de escolas. É uma ação institucional que tem uma relação muito forte com a do ofício do promotor de Justiça”, afirma Eduardo Cambi, coordenador do Geração Atitude. Confira mais detalhes do projeto e depoimentos de integrantes da instituição que já participaram aqui. Para saber qual a relação de escolas aptas a receber o projeto clique aqui.

A seguir, algumas fotos do evento desta terça-feira, 30 de maio.


Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Frase dos alunos

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Frase dos alunos

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Frase dos alunos

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Evento João Cidadão

Frase dos alunos

31/05/17
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.