Releases

27/12/2016 09:30

27/12/16 - Programa "MP no Rádio" trata do movimento nas estradas e dos crimes de trânsito

logo

O início do verão, que coincide com o das festas de fim de ano e as férias escolares, leva muito mais pessoas às estradas. Só o trecho do litoral paranaense da BR-277, por exemplo, tem uma alta de 60% no fluxo de veículos durante a temporada – passa de uma média de 500 mil veículos mês para 800 mil. Com isso, sobem também os índices de acidentes.

Para falar sobre o movimento nas estradas e a atuação dos membros do Ministério Público nos casos de crimes de trânsito, como acidentes causados por abuso de velocidade e/ou consumo de álcool pelos motoristas, o programa "MP no R´´adio" recebe o promotor de Justiça Paulo César Vieira Tavares. O promotor participa da Operação Rodovida, da Polícia Rodoviária Federal, como representante do Ministério Público do Paraná, na região de Londrina. A Operação Rodovida é realizada anualmente pela Polícia Rodoviária Federal e une esforços dos governos Federal, Estadual e Municipais buscando reduzir os índices de violência no trânsito no período de verão.

Clique aqui para baixar e aqui para ouvir o programa (material com 15min59s).

Paulo César Vieira Tavares

Gratuito – O programa MP no Rádio é uma produção do Ministério Público do Paraná, realizada em parceria com a Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp), e pode ser veiculado gratuitamente por qualquer emissora, desde que usado na íntegra e com as vinhetas de abertura e encerramento.

Trocas de presentes – Na semana anterior, o MP no Rádio entrevistou o procurador de Justiça Ciro Expedito Scheraiber, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa do Consumidor, do MP-PR. Na pauta da conversa (que pode ser acessada aqui), as compras de fim ano – incluindo as trocas de presentes.

Contato – Para envio de sugestões (inclusive sobre temas de pauta), críticas e comentários sobre os programas, o contato é o e-mail mpnoradio@mppr.mp.br ou os telefones (41) 3250-4469 e (41) 3250-4249.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.