Criança e Adolescente

13/09/2018

Adolescentes acolhidos em instituições de Curitiba recebem apoio pedagógico de universitários, por meio de projeto do Ministério Público do Paraná

Adolescentes que estão em instituições de acolhimento de Curitiba começaram a receber apoio pedagógico nesta quarta-feira, 12 de setembro, para melhorar o rendimento escolar nas disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa. A iniciativa integra o projeto Uniforça, do Ministério Público do Paraná, que objetiva justamente viabilizar esse tipo de assistência a meninos e meninas acolhidos. A abertura das atividades aconteceu na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

A ação, desenvolvida pela 2ª Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude da capital, conta com a parceria da UTFPR, da Universidade Tuiuti, da PUCPR e da Universidade Federal do Paraná. Duas vezes por semana, as instituições de ensino superior disponibilizarão universitários para as aulas de reforço. O Uniforça também é realizado em parceria com a Fundação de Ação Social (FAS).

A ideia do projeto surgiu a partir da avaliação de relatórios de inspeção de unidades de acolhimento, que registraram que muitos adolescentes não conseguem acompanhar o conteúdo repassado nas escolas devido à situação de extrema vulnerabilidade que os impediu de estudar em momentos anteriores. “Dessa forma, a inclusão dos adolescentes no sistema de ensino revela-se meramente formal, sendo constante o desestímulo e abandono completo dos estudos”, afirma a promotora de Justiça Mariana Bazzo, idealizadora da iniciativa.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação
(41) 3250-4439

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem