Meio Ambiente

12/01/2018

MPPR ajuíza ações para correção de erros em licença de usina

Com o objetivo de corrigir erros no processo de licenciamento de uma usina hidrelétrica no município de Tibagi, Centro-Oriental paranaense, o Ministério Público do Paraná ingressou com três ações civis públicas contra a empresa responsável pelo empreendimento, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o Município de Tibagi.

Após detalhada apuração sobre os procedimentos para a emissão de licenças ambientais pelo IAP, a Promotoria de Justiça do município verificou a ocorrência de irregularidades na realização de prévia audiência pública para o início do licenciamento, considerando os impactos que poderiam causar às populações tradicionais do Município. Além disso, foi constatado que o Município de Tibagi emitiu anuência ao empreendimento sem a realização de estudo prévio de impacto de vizinhança e o IAP concedeu licenças ambientais sem considerar alterações técnicas que foram realizadas nos projetos da usina, dentre outras incongruências.

Com as ações civis públicas, o MPPR requer que todas as irregularidades sejam sanadas pela empresa responsável pelo empreendimento, pelo Município de Tibagi e pelo IAP. Pleiteia ainda, em caráter de urgência, a suspensão de todo e qualquer procedimento para emissão de licenças e obras no local da futura usina enquanto os problemas não forem resolvidos.

Informações para a imprensa com:
Assessoria de Comunicação
Ministério Público do Paraná
(41) 3250-4264

Recomendar esta notícia via e-mail: